Desparasitação
O conceito

A desparasitação consiste em administrar um medicamento eficaz contra um ou vários parasitas. Geralmente, este procedimento utiliza-se de forma programada com fins preventivos para evitar que os cães e gatos sofram de parasitasoses intestinais.

Por outro lado, os animais jovens a partir das 6 semanas de vida devem submeter-se a determinadas normas de medicina preventiva para assegurar um estado de saúde óptimo durante toda a fase de crescimento (aproximadamente até aos seis meses de idade). Estas normas incluem uma ordem de actuação inalterável:

Desparasitar:
  • Os animais jovens necessitam de um tratamento de 15 em 15 dias até aos três meses de idade com um produto eficaz contra os parasitas ou helmintas, ou seja, um antihelmíntico.

  • Uma vez que existem elevadas probabilidades de um cachorro nascer com parasitas se a mãe estiver doente, considera-se uma medida muito eficaz e necessária antes de passar à fase seguinte.
Vacinar:
  • O princípio básico da vacinação exige assegurar que vacinemos um animal "são", o que significa livre de doenças. Portanto, não se pode vacinar nenhum animal doente ou suspeito de estar doente, já que isso implicaria estar-se a realizar uma imunização incompleta.
Por tudo isto, o protocolo de vacinação deve começar sempre depois de desparasitar o cachorro convenientemente e nunca o inverso ou simultaneamente.

Para alguns donos sem experiência, é quase uma obsessão ir ao veterinário no mesmo dia em que adquirem um animal de estimação e "exigir que o vacine".

O Médico Veterinário deve assegurar-se, em primeiro lugar, de que o animal está são (o que implica que não tem parasitas). Para tal, o mais adequado é efectuar primeiro uma análise completa às fezes para retirar qualquer hipótese de parasitose intestinal e, no caso de existir, aplicar o tratamento antiparasitasário considerado mais eficaz.

Ainda que o resultado das análises seja negativo, e dado que alguns parasitas têm ritmos de eliminação variáveis nas fezes, é conveniente desparasitar o cachorro com um antiparasitário de largo espectro, e é a partir deste momento que podemos começar o programa de vacinação.

Ainda que o resultado das análises seja negativo, é conveniente desparasitar o cachorro com um antiparasitário de largo espectro