Ancilostomíase
Larva migrans cutânea / Descrição

O intestino do homem pode estar parasitado por ancilostomídeos específicos (nomeadamente Ancylostoma duodenal).

Embora a infecção do homem por ancilostomídeos de origem canina seja possível, os estádios larvares são incapazes de migrar para além da união dermo-epidérmica, produzindo quadros muito pruriginosos ao migrar através da pele, antes de ser destruído pelo sistema imunitário. Esta síndrome tem o nome de "larva migrans cutânea".

É frequente em outras latitudes, principalmente em países tropicais e subtropicais mas relativamente raro na Europa, onde é considerada como "doença do viajante", e que é considerada como uma das doenças da pele mais comuns nesta categoria de pacientes.


Larva migrans cutânea

  Descrição
-   Epidemiologia
-   Quadro clínico
-   Diagnóstico
-   Tratamento