Giardose
Giardose canina e felina / Biologia

Giardia duoenalis é um parasita intestinal que foi descrito pelo holandês Loewenhoeck em 1681, ao analisar os dejectos fecais.

É um parasita de ciclo biológico directo, com duas fases evolutivas diferentes: trofozoíto (figura 2), provido de cilios, que permitem que se movam no tubo digestivo, e o quisto, que é a fase da resistência (figura 3).


Figura 2: Trofozoíto

Figura 3: Quisto

Quando o cão ou o gato ingerem quistos de Giardia a partir das águas contaminadas ou dos dejectos fecais de animais doentes, a acção dos sucos gástricos provoca a ruptura dos quistos, deixando os trofozoítos livres, que se multiplicam activamente e se fixam à mucosa intestinal provocando transtornos digestivos de várias ordens.

Quando se desprendem da mucosa, perdem os cilios que os cercam e transformam-se em quistos (formas infectantes) que saiem com as fezes e contaminam o meio ambiente. O ciclo completa-se em poucos dias (4-5).

Ciclo biológico >>


Giardose canina e felina

-   Descrição
  Biologia
-   Epidemiologia
-   Quadro clínico
-   Diagnóstico
-   Tratamento